top of page

ChatGPT: A inteligência artificial substitui o homem!!!

Atualizado: 29 de set. de 2023


ChatGPT

Será que substitui mesmo? Será que ela substitui nós contadores?


Ao fazer a reflexão:

A máquina ou o algoritmo substitui o homem

lembrei-me de um fato histórico. Vou contextualizar.



O computador usado pela NASA durante uma missão Apollo 11 para calcular a trajetória da nave espacial apresentou um erro de cálculo. O erro foi detectado por uma mulher, que revisou e corrigiu os cálculos manualmente. Katherine Johnson, uma matemática e física americana que trabalhou na NASA durante o Programa Espacial dos Estados Unidos, foi uma das poucas mulheres afro-americanas em sua equipe. Katherine Johnson é reconhecida por sua contribuição significativa no mapeamento das trajetórias para a missão Apollo 11, que levou o homem à lua em 1969.

Embora os computadores fossem uma tecnologia relativamente nova na época, a NASA ainda contava com os cálculos feitos por seres humanos para garantir a precisão e a confiabilidade dos resultados. A habilidade e o conhecimento de matemática e física de Katherine Johnson foram fundamentais para garantir que a missão Apollo 11 fosse um sucesso e que os astronautas pudessem voltar para casa em segurança.


Ainda pensando alto.


Eu tenho uma lembrança nostálgica da época em que meu primeiro professor de contabilidade contou uma piada que eu nunca esqueci, eu tinha apenas 17 anos, lá se vão 33 anos. Ele brincava que para um cargo de diretoria, foram preparados três candidatos: um economista, um administrador e um contador. O entrevistador fez apenas uma pergunta:

quanto é dois mais dois?

A resposta do administrador foi baseada nas teorias de administração e produção de Taylor e Fayol, que afirmavam que 2 + 2 = 4. Já a resposta do economista baseou-se na lei da oferta e da procura para afirmar que 2 + 2 = 4. Porém, a resposta do contador foi diferente. Ele fechou a porta, abaixou-se e perguntou discretamente:

quanto o senhor quer que dê?

Ao final da piada, o professor sorriu e afirmou que o contratado sempre era o contador. A piada, é claro, não deve ser levada a sério, mas serve para ilustrar a importância do contador nas organizações. Ao contrário de máquinas e algoritmos, os contadores são capazes de medir recursos e sentimentos, além de terem empatia, o que os torna essenciais para o sucesso das empresas.

Bora testar então o que a IA responderia?

O ChatGPT faz essa conta? Vamos perguntar para ele?


ChatGPT

É isso gente. Essa é a resposta da tecnologia. É algorítmica. E é exatamente sobre isso.


Portanto, é importante lembrar que a inteligência artificial ou um computador não podem substituir completamente a função de um contador, que é uma pessoa com habilidades e qualidades únicas. As máquinas podem ser eficientes em tarefas específicas, mas não possuem a capacidade de interpretar e analisar informações complexas que só o ser humano pode fazer.


A inteligência artificial (IA) tem sido cada vez mais utilizada em diversas áreas, incluindo a contabilidade. Embora a IA possa ajudar a automatizar enumeras tarefas contábeis, não pode substituir completamente a análise detalhada do contador. Aqui estão três razões pelas quais a IA não pode substituir o papel fundamental do contador na análise e interpretação dos dados financeiros.


Em primeiro lugar, a IA é baseada em algoritmos e modelos matemáticos, o que significa que pode ser limitada por informações que foram programadas em sua base de dados. Por outro lado, um contador é capaz de interpretar os dados financeiros e aplicar seu conhecimento e experiência para analisar situações únicas e complexas.


Os contadores podem identificar e identificar erros que a IA pode não ser capaz de detectar, e aplicar julgamento profissional na interpretação dos resultados.

Em segundo lugar, a IA pode ser imprecisa ou incompleta em algumas situações. A tecnologia não é perfeita e pode cometer erros, especialmente quando se trata de situações incomuns ou complexas.


Um contador experiente pode identificar e corrigir esses erros, garantindo precisão e integridade dos dados financeiros, fornecendo instrumentos para a tomada de decisões controladas e as vezes até controversas.


Minha opinião pessoal é de que a tecnologia é nossa aliada. Em vez de lutar contra ela, devemos aliar-nos a ela. A inteligência artificial pode ser um grande aliado em todas as áreas, não apenas na nossa. Devemos encará-la como uma ferramenta fantástica de apoio e não como um concorrente.


Como profissionais atentos ao futuro, e aí me refiro a todas as áreas, é importante que abandonemos ideias fanáticas de paixão pela máquina em detrimento ao homem. Não estamos lidando com ficção científica. Em nosso mundo real, o virtual já aconteceu e veio para ficar.


Além disso, sabemos que o futuro certamente inclui a web3, o metaverso, a DAO e o bitcoin. E agora, sem dúvida alguma, a convidada de honra é a IA, com toda a tecnologia intrínseca a esses fatores.


Vem com a gente para o futuro!


Baixe nosso e-book gratuito:


Siga no Twitter


Siga no Koo


Curte a página no Facebook


Acompanha também no Instagram


Acompanhe o canal no Youtube


Telegram


Tik Tok


Linkedin


Chama no whats 📲 + 55 (51) 99893-2200


bottom of page