top of page
  • Foto do escritorAna Paula Rabello

Receita Federal identifica investidores que não declararam Bitcoin no Imposto de Renda e avisa sobre os riscos de multa

Segundo comunicado, a RFB identificou 25.126 pessoas que possuem bitcoins e não declararam no imposto de renda.


Bitcoin

Foto: Marcelo Camargo /Agência Brasil


Hoje, quinta-feira (01/02), a Receita Federal emitiu um comunicado à imprensa informando que, por meio de técnicas tradicionais e de inteligência artificial, identificou e mapeou 25.126 pessoas físicas detentoras de bitcoin que deveriam ter declarado esses ativos, mas não o fizeram.


No comunicado, a RFB alerta sobre os riscos fiscais associados à não declaração desses ativos, incluindo a imposição de multas decorrentes da abertura de procedimentos fiscais.


A Receita informou também que disponibilizará novamente os dados dos criptoativos na declaração de imposto de renda pré-preenchida, assim como foi feito na declaração do ano anterior. Vale ressaltar que, na declaração passada, a Receita incluiu informações sobre todos os saldos em criptoativos custodiados em corretoras nacionais em 31 de dezembro.


Entendemos que esse comunicado está alinhado com a atuação cada vez mais incisiva da Receita Federal do Brasil (RFB) na fiscalização e no cruzamento de informações relacionadas aos criptoativos. É fundamental que os investidores estejam cientes das suas obrigações e dos riscos que estão sujeitos ao não realizar as suas declarações.


Segue abaixo o comunicado da RFB na íntegra:


Declaração de Imposto de Renda – Bitcoins e outros criptoativos precisam ser informados


Fisco identificou 25.126 pessoas físicas que possuem bitcoins e não declararam esse criptoativo na Declaração de Imposto de Renda de 2023, totalizando mais de R$ 1 bilhão


A Receita Federal lembra a importância de todos declararem adequadamente seus ativos para evitar riscos fiscais.


Utilizando técnicas tradicionais e de inteligência artificial, a Receita Federal identificou que 25.126 pessoas físicas teriam, ao final de 2022, pelo menos 0,05 bitcoin, o equivalente a cerca de R$ 10 mil em valores atuais. No total, essas pessoas físicas teriam investimento de aproximadamente R$ 1,06 bilhão não informado à Receita Federal. O mapa a seguir indica a concentração dessas pessoas.


Bitcoin

Conforme tabela ao final, há residentes em todos os estados da federação. Observa-se que 181 indicam estar no exterior e, nesse caso, a depender das condições específicas, podem estar dispensados de entrega de declaração no Brasil.


Ao processar as declarações de imposto de renda entregues pelas pessoas físicas em 2023, identificaram-se registros de 237.369 investidores em bitcoins, com um montante acumulado de R$ 20,5 bilhões.


Em termos de perfil, os dados apontam que mais da metade (50,9%) dos declarantes fizeram investimento de até R$ 1 mil. O valor de até R$ 10 mil foi informado por 80,6% das pessoas físicas. Há, também, investidores que indicam ter mais de R$ 1 milhão em bitcoins.


Estímulo à conformidade


Com o objetivo de facilitar o correto preenchimento da declaração de imposto de renda, a Receita Federal disponibilizará dados de bitcoins e outros criptoativos na declaração pré-preenchida, assim como fez no ano passado.


Além disso, a fiscalização avalia realizar ação de estímulo à autorregularização dos dados informados no ano passado, incentivando a conformidade, sem a imposição de multas que são devidas no caso de abertura de procedimentos fiscais.


Acompanhamento constante


Outra informação resultante das avaliações periódicas que são realizadas sobre o tema criptoativos foi a constatação de crescimento significativo envolvendo stablecoins. Para maiores informações, vide link[1].


O crescimento do mercado está sendo acompanhado pelas administrações tributárias de diversos países, que desenvolvem mecanismo para fomentar a transparência. Nesse sentido, declaração conjunta foi divulgada simultaneamente por mais de 40 jurisdições[2].


Haja vista o surgimento de criptoativos que possuem valor individual muito baixo, ao contrário do que acontece com bitcoins, e acompanhando a dinâmica do mercado, a Receita Federal promoveu ajustes no leiaute da declaração utilizada para captação de dados, conforme link[3]. Esclarecimentos sobre a captação mensal de dados relativos aos criptoativos constam no link[4].


Bitcoin

 

 

 


Visto que muitos têm nos questionado sobre exemplos de corretoras nacionais e estrangeiras, aqui estão algumas sugestões. É importante lembrar que não endossamos nenhuma exchange específica e tampouco oferecemos dicas de investimentos.



Estrangeiras: Binance, Kucoin e Bybit.


Por Ana Paula Rabello e Gabriel Rother Candido.


A reprodução deste artigo é permitida mediante a citação do Declarando Bitcoin e a inclusão do link direto para o texto original.


Vem com a gente para mais!


 

Se você está à procura de estratégias eficazes e orientações personalizadas de um contador especializado, não hesite em entrar em contato conosco. Estamos prontos para oferecer soluções sob medida que atendam às suas necessidades específicas. 



Chama no WhatsApp 📲 + 55 (51) 99520-7881

Comments


Commenting has been turned off.

Em destaque

bottom of page